4 meses 8 coleções

E Muitas Histórias

4 meses 8 coleções

Por:

Ivan C. Pereira

Ivan C. Pereira | 09/10/2017

Dia 8 de outubro fez quatro meses que a UDesign abriu as “portas”. Foram 8 coleções, muitas histórias e aprendizados que valem pela vida. 120 dias conhecendo pessoas incríveis, vendo talentos florescerem e nossa comunidade crescer.

Essa semana é um momento de reflexão e preparo para o lançamento do app da UDesign

Estilistas, editores e usuários, todos juntos desenhando essa nova maneira de consumir e produzir moda que é a UDesign. Essa semana é um respiro, um momento de reflexão, ajuste e preparo para o lançamento de (mais) novidades.

Von Trapp, trunk show de 06 a 20 de agosto de 2017 | foto: Augusto Carneiro

Ver um sonho de uma pessoa que entendia pouquíssimo de moda nascer e crescer foi a experiência mais gratificante da minha vida – as noites sem dormir, as crises de gastrite e os cabelos brancos são parte da construção de uma história e, possivelmente, dos melhores 4 meses da minha vida. Só tenho a agradecer cada uma das pessoas que confiram em nós e acreditaram na nossa visão.
 

A subversão
A Ideia é simples, ao invés de criar, produzir e depois colocar à venda numa tentativa quase as cegas, na UDesign estilistas criam, usuários pré-compram e então, tudo é produzido, já sob demanda - uma quebra de paradigmas e uma importante inversão da lógica do mercado.

Uma ferramenta para estilistas criarem sem risco e consumidores comprarem peças exclusivas

A indústria da moda é hoje a segunda mais poluente do mundo, só perdendo para a do petróleo, o impacto dela, de uma proporção ainda maior:

  • É o mercado que mais emprega pessoas no mundo, com um sexto da população mundial trabalhando direta ou indiretamente, e, em sua grande maioria, sob condições terríveis;
  • Trinta por cento de tudo que é produzido nunca é vendido ficando em estoque e sem destino final;
  • Vivemos uma cultura de roupas quase descartáveis vendidas a preços ínfimos e com impactos ambientais e sociais gigantescos;
  • Só em 2016 foram produzidos 2 bilhões de pares de jeans, cada um “custando” em média sete mil litros de água. Não precisa fazer a conta para saber que é um volume surreal de recursos desperdiçados.

Foi esse o cenário que me trouxe para a moda. Eu lidava com educação e sabia que o meu trabalho gerava um impacto positivo no mundo. Quando vi o cenário da moda e enxerguei uma maneira de revertê-lo, sabia que precisava tentar, era uma mudança de mercado, mas não de postura – continuaria proporcionando transformações fundamentais para o mundo.