Detalhes que fazem a diferença

Fe Yamin faz dos cintos os protagonistas de sua marca com criações originais e cheias de identidade

Detalhes que fazem a diferença

Por:

Ligia Carvalhosa

Ligia Carvalhosa | 27/02/2018

Têm pessoas que compram fast fashion e têm pessoas que consomem moda, o meu público faz parte desse segundo grupo.” As palavras são de Fe Yamin, designer de acessórios que fez dos cintos o core do seu negócio e da originalidade, o fio condutor de suas criações. Formada em moda pela Santa Marcelina, com pós em Fashion Merchandising Management pelo Fashion Institute of Techology, ela afinou o olhar trabalhando para a Elle e Marie Claire, criou identidade na equipe de estilo de Adriana Degreas e Norma Kamali, e faro para business no marketing da Daslu e Tufi Duek.


Chemise de linho rosa, R$ 468 | Foto: Augusto Carneiro | Edição de moda: Giovana Refatti


Há dois anos, a paixão pelos detalhes e o interesse por pesquisas estéticas lhe fez emprestar seu próprio nome para a primeira empreitada solo. “A Fe Yamin é uma marca que não tem pressa, meus cintos tem identidade e tempo próprio de gestação, enquanto uma fivela não estiver 100% pronta, eu não mostro, ficamos numa diálogo dentro do meu ateliê até que a imagem final esteja pronta. Não crio nada em massa.”

A Fe Yamin é uma marca que não tem pressa, meus cintos tem identidade e tempo próprio de gestação


Desenhados à mão pela própria, suas criações nascem de pesquisas por lojas vintages, andanças pelos mercados marroquinos e indianos e até visitas ao guarda-roupa da própria mãe. “É um processo muito minucioso, começo de trás pra frente, vejo todo o universo que eu tenho e vou testando combinações de cores e de materiais, acredito que são os pequenos detalhes que enriquecem a peça, cada cinto que faço me remete a uma história , a um estilo de vida.” Lulu De La Falaise, Lee Radziwill, Marisa Berenson e Talitha Getty, são mulheres que permeiam seu universo criativo, assim como os estilistas Mariano Fortuny e Yves Saint Laurent.

 


Chemise de linho verde folha, R$ 468, cinto borboleta, R$ 593 | Foto: Augusto Carneiro | Edição de moda: Giovana Refatti

Para a UDesign, mergulhou em livros da fauna e flora para traduzir em cintos elementos da natureza e suas formas. A borboleta e o escaravelho ganham versão em metal banhado a ouro combinados a couro de pelica, o caramujo foi revisitado em cordões de camurça e seda amarrados e tingido de preto e berinjela. O cinto vermelho, o mais versátil da coleção (use também como acessório de cabelo e top bustiê), traz a fivela de resina escarlate com nuances de preto fisgadas de elementos orgânicos, tudo transpassado em faixa de camurça. Amarrando a coleção, chemises de linho tão versáteis como a sua criadora. “O cinto representa um detalhe muito importante pra roupa, é um acessório que dá essa personalidade a quem veste. Desenvolvi os cintos pra complementarem o look e o chemise pra compor junto com o cinto.” Mais versátil, impossível.