Obras-primas ordinárias

Design está em tudo. Ironicamente, quando melhor, menos o notamos

Obras-primas ordinárias

Por:

livia debbané

livia debbané | 11/08/2017

“Do simples formato do clip de papel à praticidade do saquinho de chá, designs brilhantes tornam a vida mais segura, fácil e plena”, disse a curadora do MoMA Paola Antonelli no texto que abria a exposição Humble Masterpieces, de 2014. As “obras-primas ordinárias” incluíam o alfinete, a tesoura, o post-it, o band-aid, a caneta Bic e até o cone de sorvete (Paola é italiana!). A maioria desses objetos industriais, baratos e corriqueiros mantiveram a mesma forma e materiais desde seu surgimento, o que dá provas de seu ótimo projeto.